07:44

14 presos em operação entre PC e PM no combate ao tráfico de drogas e homicídios




Na madrugada desta quinta-feira, 20/02, as Polícias Militar e Civil desencadearam uma operação de combate aos crimes de tráfico de drogas, homicídio e posse e porte ilegal de arma de fogo, registrados principalmente no Bairro Matinha e na comunidade São Francisco de Assis, o “Campo de Avião”, no Bairro Nossa Senhora Aparecida. A operação foi denominada Turbulência, pois tem como objetivo desordenar as ações de tráfico de drogas na cidade de Manhuaçu.

>>VEJA AS FOTOS ABAIXO DESTA REPORTAGEM

HOMICÍDIOS E TRÁFICO DE DROGAS

O início da operação se deu a partir de apreensão de drogas e armas de fogo em ações da Polícia Militar no “Campo de Avião” e o registro de homicídios em Manhuaçu. “A partir destas apreensões e levantamentos dos homicídios com troca de informações entre o setor de informação da Polícia Militar e Polícia Civil, chegaram-se aos nomes das pessoas envolvidas, que desencadeou nessa operação de hoje”, disse Tenente Gedaias, Comandante da 72ª Cia PM.

A partir de então foram realizados monitoramentos dos envolvidos com o objetivo de levantar provas e formalizar na justiça os mandados de busca de apreensão. “De posse de todas essas informações e com o apoio do Ministério Público, a Justiça de Manhuaçu expediu, através do Juiz de Direito da Vara Criminal da Comarca, Dr. Marco Antônio Silva, expediu os mandados, sendo cumpridos nessa manhã, 14 mandados de prisão temporária e 20 mandados de busca e apreensão”, ressalta Dr. Guilherme Mariano, Delegado de Polícia Civil.

A investigações apontaram ainda o envolvimento dos investigados em crimes de homicídios em Manhuaçu. “Exatamente, as investigações apontaram que alguns dos homicídios, tentativas de homicídios e até estupros de vulneráveis. Temos 30 dias para concluir o inquérito, mas já temos provas materializadas de envolvimentos nesses delitos, e estes são apenas alguns dos delitos, que ainda incluem, tráfico e drogas, corrupção de menores, furto e receptação”, conclui o delegado.

Outra medida tomada pela justiça foi a transferência do mentor da quadrilha para um presídio de segurança máxima, também da região metropolitana. “As ordens estavam vindo de dentro de um presidio na capital mineira e juntamente com a justiça conseguimos a transferência dele para outro presidio com regras mais rígidas e controle total sobre o preso” completa Dr. Guilherme.

Foram apreendidas 28 buchas de maconha, 72 porções de cocaína e 14 indivíduos relacionados ao tráfico foram presos, o que desarticulou de maneira significativa as ações criminosas no município de Manhuaçu.

Manhuacu.com/com informações da PM e PC