17:47

VÍDEO e FOTOS: Forte chuva causa prejuízos em Manhuaçu nesta segunda




O temporal da tarde de segunda-feira, 20/01, provocou muitos estragos e destruição em vários locais da cidade de Manhuaçu.

O grande volume de águas num intervalo curto inundou ruas em praticamente todos os bairros. A enxurrada carregou calçamento e muita sujeira e lama para as ruas mais baixas.

Anúncio

>>VEJA AS FOTOS AO FINAL DA REPORTAGEM

Na Rua Juquinha Santana, mais uma vez, moradores e comerciantes sofreram com a torrencial cachoeira de lama que desceu pela rua. Além de arrancar o calçamento, houve vários danos. Uma moto foi derrubada e parou atrás de um carro, junto com os bloquetes.

Anúncio

A enxurrada desceu pela Praça Antônio Brum, tomou a rua Olímpio Vargas e a ponte da rua Faustino Amâncio. A mesma água barrenta chegou à rua Josias Breder, atrás do Estádio Juscelino Kubistcheck.

O cenário não foi diferente em locais em que a rede pluvial não comporta a grande quantidade de chuva. Trechos como a Alameda Eloy Werner (em frente a Receita Federal) formaram grandes locais de inundação. A água com muito barro tomou o trecho da BR-262 e impediu, durante alguns minutos, o trânsito pela rodovia.

Da estrada, a cachoeira de lama desceu pela rua Frederico Dolabela, arrancando calçamento e levando mais sujeira pela rua João Claudino até a rua Monsenhor Gonzalez. A enxurrada encontrou a saída da garagem do supermercado Coelho Diniz.

Outros locais, como o acesso do bairro São Jorge também canalizaram muita enxurrada para a parte baixa, levando lama e sujeira para a rua Antônio Welerson, no trevo do cafeicultor. Do mesmo modo, no bairro Lajinha e na rua do Triângulo no bairro Santana. O cenário é sempre o mesmo: inundações, prejuízo e lama.

No encontro dos bairros Matinha, Pinheiro e Colina, a enxurrada percorreu a rua Aparício Caldeira (em frente à escola Cordovil Pinto Coelho), a avenida Barão do Rio Branco (próximo a Matriz do Bom Pastor) e se acumulou na esquina do sinal da Baixada.

Na rua Dorcelina Zanirate, no Alfa Sul, o Corpo de Bombeiros interditou o trecho em frente à sede do Coamma. Um trecho do barranco cedeu e coloca a estrutura da entidade em risco.

ESTRADAS

A chuva foi concentrada na cidade de Manhuaçu num intervalo curto. Conforme as previsões do tempo, a semana deve ser carregada na região.

Anúncio

Preocupação também com barreiras nas estradas estaduais e federais da região. Muitas delas como vários buracos e registros de lama acumulada na pista. A atenção deve ser redobrada pelos motoristas, por exemplo na MG-111, no trecho Manhuaçu para Ipanema.

Na zona rural, moradores também relataram problemas com atoleiros em estradas vicinais e inundações em locais mais próximos dos rios e córregos.

Anúncio

Outra preocupação é com o nível dos rios. Tanto na cidade de Manhuaçu quanto nas cabeceiras, como a previsão é de mais chuvas, o monitoramento agora é constante sob o receio de inundações.