08:19

Celebração Festiva encerra programação do Jubileu de Ouro sacerdotal de Padre Otaviano




Encerradas na cidade de Bom Despacho, as comemorações do Jubileu de Ouro de ordenação sacerdotal do Padre Antônio Otaviano da Costa Franco. Uma missa festiva, celebrada na Igreja Nossa Senhora do Bom Despacho marcou as comemorações pelos 50 anos de vida sacerdotal do Padre Otaviano, que durante muitos anos atuou também nas Paróquias de São Lourenço, em Manhuaçu, e do Senhor Bom Jesus, em Manhumirim.

Os fiéis, incluindo amigos da cidade e de outras por onde Padre Otaviano já passou, estiveram presentes acompanhando o momento festivo. A Missa foi concelebrada por inúmeros padres, a presença do Bispo da Diocese da cidade de Luz e do Superior Geral dos Missionários Sacramentinos de Nossa Senhora, Padre Mundinho.

Feliz com a grande participação, o Padre Antônio Otaviano agradeceu a presença dos inúmeros amigos. “A gente planta, querendo mesmo que um dia possa colher, não para usufruto da gente, mas, que outros se beneficiem daquilo que alguém plantou, esse é o processo da vida missionária, da vida cristã”, lembrou agradecendo aos presentes. “Uma celebração é sempre muito especial, e quando tem uma motivação que é uma festa, com tanta gente, realmente nos transporta de algum modo para outras realidades que a alma tanto deseja, é a antecipação da festa eterna a gente pode dizer assim. Estou muito feliz e agradeço a todos que puderam vir e cantar louvores a Deus pelo meu jubileu de ouro de vida sacerdotal”, completou.

A passagem marcante também por Manhumirim e Manhuaçu foi lembrada pelo Padre Otaviano. “Essa região é meu berço, é meu planeta original. Ali eu me aclimatei e dali também pude ir para outras bandas, como agora em Bom Despacho. Mas estou lá, inclusive no final do mês estarei em Manhumirim e do dia primeiro até o dia doze, em Manhuaçu”, completou.

Superior Geral dos Missionários Sacramentinos, o Padre Mundinho enalteceu a festa preparada pela comunidade em Bom Despacho. “O pessoal de Bom Despacho é muito musicista né, aqui é a terra da música, da diversão, da festa. Essa foi uma grande festa de comemoração do Padre Otaviano, muito alegre, povo muito amigo, então tudo contribuiu para ser uma festa maravilhosa”, concluiu o missionário sacramentino.

Teógenes Nazaré e Júlio Oliveira / Cidade Total