16:06

Câmara entrega títulos de cidadania em Sessão Solene em São João do Manhuaçu




Numa noite histórica, a Câmara Municipal de São João do Manhuaçu realizou, no dia 14 de dezembro, a sessão solene de entrega de Títulos de Cidadania Honorária e a nova edição da Lei Orgânica Municipal.

>>VEJA AS FOTOS ABAIXO DESTA REPORTAGEM

Anúncio

Autoridades políticas, homenageados com familiares e amigos, empresários, representantes de entidades e demais convidados, puderam presenciar o reconhecimento de personalidades que se destacaram em suas áreas de atuação, contribuindo para o desenvolvimento da cidade.

A cerimônia foi presidida pelo vereador Célio Henrique Moreira – Presidente da Câmara, acompanhado dos vereadores Degmar Alves Teixeira, Edmar José Dornelas, José Lourenço Saturnino, Lucilene Ornelas da Silva Santos, Miriano Gomes Marques, Silvânio Moises Nunes, o Prefeito Municipal Sérgio Lúcio Camilo, vice-prefeito José Miranda Barbosa, o ex-prefeito João Batista Gomes, o ex-vice-prefeito Alcimar Afonso, Pastor João Marcos e Dona Geraldina (representando os ex-vereadores).

Anúncio

HOMENAGENS

Na primeira parte, cada condecoração demonstrou uma vida de dedicação, uma história de sucesso e um triunfo alcançado, não para si, mas para a comunidade, para o bem-estar social. Por isso, a Casa Legislativa teve a honra de deixar os seguintes nomes impressos na história de São João do Manhuaçu como Cidadãos Honorários:

– Altamir Alves Teixeira, indicado pela vereadora Lucilene Ornelas.
– Carmelita Flauzina Amorim, indicada pelo vereador Miriano Gomes Marques.
– Diógenes José Estanislau – vereador Edmar José Dornelas.
– Pastor José Roberto Gomes – vereador Degmar Alves Teixeira.
– Nadir Maria Felício – vereador José Lourenço Saturnino.
– Dr. Alex Barbosa de Matos – vereador Silvânio Moisés Nunes.
– Magda Knupp Toledo Miranda – vereador Célio Henrique Moreira.

LEI ORGÂNICA

A segunda parte da cerimônia foi sobre a prestação de contas da Câmara de Vereadores e a edição da nova lei orgânica.

O presidente Célio Coutinho demostrou que mesmo com despesas fixas mensais em torno de 85 mil reais e uma receita de 95 mil conseguiu nesses três anos promover investimentos na sede do Poder Legislativo.

“Com responsabilidade fizemos investimentos em computadores, móveis, arquivos, mais de 200 cadeiras e dez mesas de plástico, reformamos todo o prédio e fizemos um novo espaço do plenário. Tudo isso foi feito para melhorar o serviço que se presta aos cidadãos. Além disso, colocamos o portal da transparência para funcionar e fizemos a revisão da Lei Orgânica com a ajuda dos vereadores e dos funcionários da Câmara. Tenho certeza de que, com as bênçãos de Deus, conseguimos fazer muito pelo povo de São João do Manhuaçu”, pontuou.

Emancipado em 1992, São João do Manhuaçu teve a primeira Câmara Municipal formada em 1993. No ano seguinte foi editada a lei orgânica e o regimento interno do Legislativo. Passados vários anos, foram feitas emendas e modificações. Agora, depois do esforço conjunto a Lei Orgânica foi revisada e atualizada.

Anúncio

No exemplar da nova versão, uma parte histórica apresenta todos os vereadores, prefeitos e vices de São João do Manhuaçu. É um documento também que reflete a trajetória do município em 27 anos.

Assessoria de Comunicação

Anúncio