09:04

Corpo do Padre Agostinho é sepultado sob comoção em Lajinha




no adverts for now

Foi sepultado na manhã desta segunda-feira, 18/11, no Cemitério de Lajinha, o corpo do padre Augusto Marques de Moraes Neto, pároco emérito da Paróquia Nossa Senhora de Nazareth e muito querido por toda a comunidade e que este ano celebrou os 50 anos de sua ordenação.

Chamado carinhosamente pelos fieis de Padre Agostinho, ele morreu no sábado, aos 89 anos de idade. Após se sentir mal ele foi levado para receber atendimento médico no Pronto Atendimento Municipal em Lajinha, mas não resistiu e acabou falecendo devido a problemas cardíacos.

Anúncio

O velório foi realizado durante todo o domingo, 17/11, à partir de 06:30h, na igreja na matriz de Nossa Senhora de Nazareth, no centro da cidade. Houve celebração de missa de corpo presente às 8 horas, nesta segunda-feira, 18, em seguida o sepultamento.

VIDA

Anúncio

Padre Agostinho nasceu em 8 de agosto de 1930, em Rio Preto, MG, filho de Alcides Marques de Moraes e da Cenira Pinto Marques que tiveram outros 11 filhos. No dia 2 de julho de 1969 foi ordenado presbítero pela imposição das mãos de dom José Eugênio Corrêa, na época bispo diocesano de Caratinga.

CHEGADA A LAJINHA

Anúncio

No início de 1971, no dia 11 de abril, foi para a Paróquia de Nossa Senhora de Nazareth, em Lajinha, de onde se tornou pároco emérito em 2005, mas continuando residindo na cidade.

Entre obras de destaque realizadas por ele em Lajinha estão a ampliação da Igreja Matriz, a construção da Casa de Cursos Nossa Senhora das Graças, o Santuário Nossa Senhora Aparecida, no alto da pedra da Baleia (hoje centro de peregrinação mariana na região). Destaque também para o zelo e dedicação com a formação de comunidades e construção de capelas, deixando no final do seu trabalho 42 comunidades, sendo 5 urbanas e 37 rurais.

Anúncio

Walter Luiz