novembro 8, 2019 8:30 am

Golpe: homens usam nomes de padres para obter lucros




Tem circulado, em Manhuaçu e região, dois homens jovens, um com sotaque português, usando o nome do pároco do Bom Pastor, Padre Heleno Raimundo, SDN e do Padre Carlos Altoé, SDN, pároco da Matriz de São Lourenço, como compradores de seus produtos. As informações dão conta que os indivíduos estariam vendendo panelas e jogos de talheres supostamente importados.

Inicialmente, eles dizem que querem fazer uma doação, pois não podem voltar com os produtos para a Europa. No decorrer da conversa, oferecem a mercadoria por um preço inferior ao praticado no mercado em virtude dos modelos das pelas.

Em seguida, pedem para que o pagamento seja feito no cartão e, por isso, existe o risco de clonagem. De acordo com informações de Padre Heleno Raimundo, existe a possibilidade de ser grupo que esteja atuando na região, pois realizaram os mesmos procedimentos em Simonésia, Ipanema, Manhumirim e Alto Jequitibá.

“Fiquem atentos, pois chegam ao Escritório Paroquial sabendo o nome do padre”, informa Pe. Heleno Raimundo.

Danilo Alves / Tribuna do Leste