outubro 15, 2019 3:33 pm

Ciro Gomes participa de debate em Manhuaçu




Ciro Gomes (PDT) participou do Debate promovido pela Rede de Ensino Doctum na cidade de Manhuaçu, durante a manhã desta terça-feira, 15/10. O ex-ministro e ex-candidato a presidência em 2018, ministrou palestra na sede da Associação Atlética Banco do Brasil (AABB) para cerca de 900 pessoas – entre alunos, professores, lideranças, convidados e população em geral de vários municípios da região.

>>VEJA AS FOTOS ABAIXO DESTA REPORTAGEM

A palestra seria no auditório da Faculdade Doctum e depois na Câmara Municipal, no entanto, devido ao grande número de pessoas, o evento foi direcionado para o Salão da AABB. Ciro Gomes chegou cedo a Manhuaçu. Ele foi recebido pelo Deputado Federal Dr. Mário Heringer, os presidentes da ACIAM Silvério Afonso e da ADESC André Farrath, o presidente do Conselho Administrativo da Rede de Ensino Doctum, professor Cláudio Leitão; o Presidente Executivo da Rede de Ensino Doctum, Prof. Pedro Leitão; o Conselheiro de Administração da Rede de Ensino Doctum, prof. Tiago Leitão; e a Presidente do Conselho das Associações de Moradores de Manhuaçu o COAMA – Marinês Bragança. A mesa de abertura teve também a presença do Presidente da CDL Elias Temer, o médico Dr. Marcelo Heringer, presidente municipal do PDT e a representante da APAC – Maria Imaculada Dutra.

A abertura oficial da cerimônia teve os pronunciamentos dos diretores da Rede de Ensino Doctum, em especial com a homenagem aos professores neste dia dedicado aos mestres da educação. Em seguida, a ACIAM e a ADESC entregaram um certificado de agradecimento ao palestrante.

Ciro Gomes afirmou que cumpre uma agenda de vir a Minas Gerais todos os meses e disse que tem o objetivo pessoal de resgatar Minas Gerais da crise econômica que o estado enfrenta. Ele pontuou a necessidade de estar no interior, conhecendo as realidades regionais e as dificuldades, como por exemplo, a questão da crise que afeta a cafeicultura.

O Debate Doctum teve como tema “Desenvolvimento econômico e o futuro da Democracia”. Ciro propôs uma discussão sobre as questões do Brasil. Ele voltou a defender que na presidência não há espaço para estagiários e citou os casos da ex-presidente Dilma (PT) e o atual presidente Jair Bolsonaro (PSL), que para o ex-governador do Ceará não tinham credenciais para assumir ao cargo, mas que respeita a decisão popular.

Ciro Gomes também falou sobre a dívida pública, que atingiu 80% do Produto Interno bruto (PIB), ele lembrou que quando foi governador do Ceará, ele foi ao mercado e zerou a dívida do estado. Para o ex-candidato é necessário criar um projeto nacional de desenvolvimento.

O pré-candidato à presidência também criticou a entrega da EMBRAER à Boeing e se opôs a privatização de empresas estratégicas, como a Petrobrás.

O evento em Manhuaçu recebeu também diversas lideranças municipais de cidades da região, apoiadores e simpatizantes de Ciro Gomes e de suas propostas.

Manhuacu.com