setembro 13, 2019 7:53 am

Cartilha do Patrimônio Cultural é lançada em Manhuaçu




A Secretaria Municipal de Cultura e o COMPAC (Conselho Municipal do Patrimônio Cultural) inovaram com o lançamento oficial da Cartilha do Patrimônio Cultural de Manhuaçu, em animada solenidade. Totalmente ilustrada e com o bandeirante ‘Brasílio’ permeando as páginas, a publicação didática visa a preservação da memória local, evidenciando em suas páginas bens inventariados e tombados do município. A Biblioteca Municipal Professora Custódia Feres Abi Saber também apoia esta ação.

A cerimônia ocorreu no salão Samuel Brandão, do Centro Cultural, na manhã desta quarta-feira, 11/09, com a presença da Secretária M. de Cultura e Turismo, Gena Clara; Presidente do COMPAC, Dilma Resende; Diretor M. de Cultura, Fabrício Santos; Comandante do 11º BPM, Tenente-coronel Ronaldo Franco de Oliveira; Vereador Professor Giovanni Mageste Hott; Presidente do COMTUR, Sebastião Fernandez; Presidente da Fundação Manhuaçuense de Cultura, Dr. Paulo Roberto de Magalhães Alves; Secretária M. de Trabalho e Desenvolvimento Social, Giuzaina Celeste Gregório; Regente da Banda de Música do 11º BPM, Capitão Adilson, e Sargento Neves. Alunos, professores e direção do Colégio Tiradentes também prestigiaram o lançamento.

O Hino Nacional Brasileiro foi executo por Sargento Cleber Lucas da Silva, da Banda do 11º BPM.

A Secretária Gena Clara destacou a atenção da Prefeita Cici Magalhães com as ações da Administração Municipal que levam ao conhecimento de estudantes, jovens e adultos, a Cultura e a História local. A cartilha é um bom exemplo, pois, agora, as informações referentes ao patrimônio estão devidamente catalogadas, organizadas e apresentadas de forma lúdica para a população. Gena mencionou que as cartilhas serão distribuídas gratuitamente nas escolas municipais, com a presença da Banda do 11º BPM.

O Comandante do Batalhão, Tenente-coronel Ronaldo Franco, também elogiou a iniciativa, pontuando a importância do registro e da divulgação da história de Manhuaçu e região, especialmente para as novas gerações.

A Presidente do COMPAC, Dilma Resende, ressaltou o trabalho ativo de todos os conselheiros e o apoio total da Prefeitura de Manhuaçu com as atividades desenvolvidas.

PALESTRAS E CERTIFICADOS

A Professora Tatiana Ferreira de Freitas, arquiteta e urbanista, especialista em Docência no Ensino Superior e mestranda em Políticas Públicas para o Desenvolvimento Local do Centro Universitário UNIFACIG, abrilhantou a solenidade com palestra sobre ‘Bens Tombados e Inventariados e a importância de sua preservação’.

Em seguida, o premiado cartunista Betir Lopes apresentou a cartilha. Autor do personagem ‘Brasílio, o Bandeirante’, presente em todas as páginas da publicação, Betir mencionou trabalhos artísticos anteriormente desenvolvidos, premiações conquistadas em importantes concursos nacionais e internacionais, a vinda para Manhuaçu e as ideias que envolveram o processo de criação de ‘Brasílio’.

O Diretor de Cultura e artista plástico, Fabrício Santos, relatou a inserção de Manhuaçu cinco vezes no livro dos Recordes ‘Rank Brasil’, a partir de obras de sua autoria. No encerramento, a Bibliotecária Ilza Carla agradeceu a presença e o apoio das instituições que atuam na promoção e fortalecimento da cultura para tornar realidade este projeto.

Certificados também foram entregues, outorgando os seguintes reconhecimentos: Banda de Música do 11º BPM (Bem Imaterial Inventariado); Igreja Imaculada Conceição/ Realeza (Bem Imóvel Tombado); Catorze Obras da Via Sacra Africana, na Igreja do B. Nossa Senhora Aparecida (Bem Móvel Inventariado);

Palácio de Cultura (Bem Imóvel Tombado); Busto do Bandeirante e Ponte dos Arcos (Bens Imóveis Tombados), além do Monumento do Cafeicultor e a Praça Cordovil Pinto Coelho (Bens Imóveis Inventariados).

Secretaria de Comunicação Social