agosto 23, 2019 8:05 am

Operação Agosto Lilás cumpre onze medidas cautelares em Manhuaçu




A campanha Agosto Lilás foi criada em alusão ao aniversário da Lei Maria da Penha, para defender os direitos da mulher em situação de violência. O Brasil ocupa hoje o 5º lugar no mundo no ranking de violência doméstica e enquanto isso acontecer, o debate deve permanecer em pauta, situação reforçada pela elevação atual das estatísticas!

Neste sentido, foi organizada uma operação policial para dar cumprimento à 11 medidas cautelares (mandados de prisão e de busca e apreensão, todos com foco em crimes envolvendo violência doméstica: ameaças, lesões corporais, violência sexual e psicológica, tentativa de feminicídio e cárcere privado).

Até o momento foram presas três pessoas pelos seguintes crimes: tentativa de feminicídio e cárcere privado (caso do sequestro ocorrido em São Pedro do Avaí), estupro de vulnerável (ocorrido no Bairro Santa Luzia) e desobediência de protetivas.

Foram apreendidas drogas ilícitas, computadores e celulares (em investigação sobre divulgação de fotos íntimas de uma mulher que foi abusada sexualmente dentro de um motel na cidade de Manhuaçu).

A operação policial foi deflagrada nessa manhã e contou com o apoio imprescindível de policiais civis de outras comarcas. A PC segue no compromisso de coibir todo e qualquer ato de violência contra a Mulher.

Reconhecimento

No próximo dia 29/08, acontecerá a entrega da Medalha “Distinção Policial Civil” em Ipatinga, no Vale do Aço.

A Delegada Dra. Adline Ribeiro e o Juiz Dr. Alexandre Almeida Rocha, que exercem suas funções em Manhuaçu, serão homenageados pela PCMG.

Manhuacu.com/com informações da PC