agosto 12, 2019 8:00 am

SAAE revitaliza elevatória de água tratada no Bairro Petrina




O SAAE Manhuaçu está trabalhando em uma revitalização na elevatória de água tratada no Bairro Petrina. A obra que já havia começado há alguns dias, segue em ritmo cauteloso para que não comprometa os bairros que são abastecidos pela casa de bomba.

A reforma do local é feita de modo gradativo e foi pensada não só pela necessidade de revitalizar esteticamente, mas sim pela questão técnica e produtiva que os novos equipamentos e as novas redes podem gerar em melhorias relacionadas ao fornecimento de água.

De acordo com o Assessor Técnico do SAAE, Márcio Bahia, o aumento da população nos últimos anos na cidade contribuiu no momento em que foi decidido o início das obras. “A bomba estava subdimensionada para a demanda de consumo. Além disso, o barulho excessivo é um dos problemas frequentes, pois o mesmo incomoda os vizinhos no entorno. Por isso, estamos no processo de substituição da antiga bomba, de 30 cavalos, por duas bombas de 40 cavalos com menor produção de ruídos e que terão um rendimento maior”, completa Márcio.

A equipe também trabalha na revitalização do poço de sucção, localizado na elevatória. Ainda de acordo com Bahia, o poço que tem mais de 40 anos continha apenas uma saída para atender as duas bombas da Petrina. “Agora faremos mais um furo de 6 polegadas para melhor auxílio aos motores. Em resumo, além de chegar mais água para ser bombeada, devido a reativação de uma de nossas redes (já divulgado pelo SAAE), teremos 2 redes para 2 bombas, com painéis de comandos independentes.”

Hoje, funcionários trabalham no rebaixamento do piso na elevatória para receber as novas bombas.

NOVO SISTEMA DE AUTOMAÇÃO

Em conjunto ao trabalho de reativação das redes e reforma do poço de sucção, o SAAE ainda investe em um novo sistema de automação, com a implantação de dois quadros de comando, com dispositivos eletrônicos e dispositivos de proteção (dos quadros e motores). Segundo o Engenheiro Eletricista, Gabriel Augusto Miranda, os novos quadros possuem acionamento por um equipamento chamado Soft Starter. Tal equipamento torna o acionamento dos motores mais eficientes, além de proteger melhor os mesmos em caso de falha na rede elétrica, no próprio motor, ou defeitos como curto circuitos e sobrecargas. “Os quadros foram colocados em um ambiente diferente da onde estão instaladas as bombas, o objetivo é dar mais segurança, pois o local onde os motores funcionam existe a presença de água, que em contato com o quadro pode provocar algum acidente.”
Gabriel explica inclusive que a nova bomba bombeia aproximadamente 4 litros por segundo a mais, devido aos motores que são de alto de rendimento.

A reforma que tem previsão de término para 1 mês, será concluída com pintura e isolamento acústico.

Assessoria de Imprensa- SAAE Manhuaçu