junho 11, 2019 7:59 am

Professora manhuaçuense classifica para Missão no Parlamento




A pedagoga Lenir Miranda está contando as horas para embarcar à capital dos Três Poderes, onde irá participar de um programa “Missão Pedagógica no Parlamento”, destinado a professores de Ensino Médio e Fundamental de escolas públicas. Com número limitado para participação, os profissionais da área realizaram a inscrição através de formulário eletrônico, visto que, para cada Estado foram disponibilizadas apenas 16 vagas, totalizando 432 vagas.

Somente dois educadores de cada estado com melhor desempenho foram selecionados para o programa Missão Pedagógica. A pedagoga Lenir Miranda ficou em 1º lugar no Estado e viajou no domingo (09) para Brasília.

O programa Missão Pedagógica no Parlamento é destinado a profissionais do Ensino Médio e fundamental, com o objetivo de oferecer aos educadores formação em educação para democracia. Professores de todo o Brasil, sendo dois de cada estado e do DF participaram da seleção e, agora estarão numa intensa movimentação em Brasília, para aprenderem práticas e saberes sobre como fortalecer a escola como espaço privilegiado, para a vivência de experiências e valores democráticos.

A missão é a formação para educadores e educadoras que acreditam ser a escola um espaço relevante para a formação cidadã e democrática e desejam trabalhar as temáticas como cidadania, política, democracia e Poder Legislativo em suas escolas.

O programa Missão no Parlamento está dividido em duas unidades: Encontro Presencial (40h), que será realizado de 10 a 14 de junho, na Câmara dos Deputados, em Brasília, e Módulo de Aplicação de Educação a Distância (50h), de 05 de agosto a 14 de novembro. Foram estabelecidas duas trilhas de aprendizagem para o programa, que orientam a construção dos objetivos de aprendizagem e dos conteúdos programáticos: conhecendo o papel do Poder Legislativo para a democracia, que oportuniza o aprendizado sobre cidadania, política, democracia e Poder Legislativo de forma contextualizada e reflexiva.

A segunda etapa tem como conteúdo: atuando como agente de educação para democracia na escola: oportuniza o aprendizado de conceitos e metodologias, para subsidiar a atuação do docente como multiplicador de ações de educação, para democracia nas comunidades escolares. A pedagoga Lenir Miranda já faz planos de que, ao retornar da etapa presencial, poderá aplicar o que aprendeu aos alunos da Escola Estadual Maria de Lucca, onde trabalha.

Eduardo Satil – Tribuna do Leste