maio 29, 2019 7:47 am

Polícia Civil prende homem condenado por manter as duas irmãs idosas em cárcere privado




Os policiais civis da 31ª Delegacia de Polícia Civil de Abre Campo cumpriram um mandado de prisão contra Élvio de Abreu e Silva, de 67 anos, condenado por manter as próprias irmãs idosas em cárcere privado.

Élvio foi preso na manhã de quinta-feira, 23/05. O cumprimento do mandado de prisão foi coordenado pelo delegado Felipe de Ornelas Caldas. O caso aconteceu em 2016 numa propriedade rural de Cachoeirinha em Abre Campo.

Ele foi condenado após investigação da Polícia Civil de Abre Campo, que em 23 de novembro de 2016 cumpriu três mandados de busca e apreensão, resultando no resgate das duas idosas.

À época, as irmãs resgatadas e libertadas pela Polícia Civil tinham 83 e 72 anos, e eram mantidas trancadas num barraco ao lado de um curral. No dia da operação para o cumprimento dos mandados de busca, o irmão delas foi preso em flagrante delito por manter as irmãs trancadas num cômodo sem janelas e luz elétrica.

Conforme a investigação, Élvio levava as irmãs para a fazenda todos os dias e as mantinha trancadas no cômodo. Ainda de acordo com a Polícia Civil, ele se apoderou do cartão bancário da aposentadoria das irmãs idosas, passou a gerir o grande patrimônio da família e as mantinha em condições desumanas.

Naquela época, as irmãs foram encaminhadas a um asilo pela Assistência Social até uma decisão da Justiça.

Élvio foi condenado pelos crimes de sequestro e cárcere privado combinados com o artigo 12 da Lei 10826/03 (Lei Maria da Penha) no regime semiaberto. Ele foi encaminhado para o presídio de Abre Campo, onde ficou à disposição da Justiça para o cumprimento de sua pena.

TV Super Canal