maio 24, 2019 7:36 am

Campanha de vacinação contra gripe tem bons índices na regional de saúde de Manhumirim




Faltando apenas 8 dias para fim da campanha nacional contra a gripe, os municípios que compõe a Regional de Manhumirim tem demostrado um empenho positivo para mobilizar a população que ainda não imunizada.

Segundo os últimos levantamentos, os municípios da Regional estão acima da meta preconizada, se comparado com outras Regionais de Saúde do Estado, porém o esforço nessa reta final deve ser ainda mais concentrado.

O diretor da GRS de Manhumirim, Juliano Estanislau Lacerda parabenizou os gestores municipais e profissionais envolvidos na campanha. “Mesmo diante das diversidades e dificuldades estamos vendo um comprometimento muito positivo de todos envolvidos e isso é muito importante, pois demostra união em prol da saúde. Todas as equipes são importantes para o sucesso da campanha e todos estão de parabéns pelos índices até agora alcançados”, destacou Juliano.

O coordenador de epidemiologia da Regional de Saúde, Ernesto Grillo lembrou que para concluir com sucesso a campanha, é importante que alguns grupos sejam sensibilizados e procure o mais breve possível uma unidade de saúde para receber a vacina. “Professores, gestantes e crianças com idade entre 2 anos e 5 anos, 11 meses e 29 dias estão entre os grupos que ainda não alcançaram as metas e precisamos fazer com que todos entendam a importância de procurar a imunização, pois a homogeneidade da cobertura vacinal contemplando todos os grupos preconizados é fundamental”, ressaltou.

É importante lembrar que a vacina está disponível em todas as Unidades Básicas de Saúde em todos os municípios. A vacinação contra a Influenza tem o objetivo de reduzir as complicações, as internações e a mortalidade decorrentes das infecções pelo vírus da influenza, na população alvo para a vacinação e regularizar a situação vacinal dos grupos elegíveis.

ESTADO

Até o dia 21/05/2019 o Estado de Minas Gerais estava com cobertura parcial de 71,7%. Já a regional de Manhumirim já havia alcançado 85,4% na homogeneidade da cobertura vacinal.