abril 29, 2019 8:03 am

Corpo do modelo Tales Cotta é velado em Manhuaçu e será enterrado as 17h




O corpo do modelo Tales Newton Gomes Alvarenga Soares, o Tales Cotta, de 26 anos, é velado desde a madrugada desta segunda-feira, 29/04, na Capela Velório do Hospital César Leite, em Manhuaçu. O enterro está previsto para as 17h, no Cemitério Municipal da cidade.

>> LEIA TAMBÉM: Morre modelo de Manhuaçu que desmaiou em desfile da SPFW

De acordo com a organização da semana de moda da capital paulista, Tales teve um mal súbito neste sábado durante o desfile da marca Ocksa caiu na passarela e foi imediatamente atendido. Ele chegou a ser socorrido, mas a morte foi confirmada no começo da noite.

Gabrielle Gomes, uma das irmãs de Tales, afirmou que ele não tinha conhecimento de nenhum problema de saúde, nem histórico de ataque de epilepsia ou desmaios. Ela e a mãe, Heloisa Gomes, haviam falado com Tales pouco antes do desfile por videochamada, que ele estava bem, e havia se alimentado no evento.

“A gente está assustado pelo ocorrido. Ele era muito saudável, praticava exercício todos os dias. Disse que tinha acabado de comer um bolo de cenoura quando falou com a gente”.

FAMÍLIA VIA DESFILE PELA WEB

Mãe e irmã, que moram em Manhuaçu, acompanhavam ao vivo pela internet a transmissão do desfile, quando a mãe percebeu que Tales não voltou a passarela. E pouco depois a transmissão foi cortada, de acordo com Gabrielle.

“Minha mãe ligou para saber o que estava acontecendo, eles disseram que o Tales estava sendo atendido, e pouco depois, a organização ligou novamente e disse que ele havia morrido”.

Tales, que trabalhava como modelo desde os 18 anos, estava com tudo preparado para ir trabalhar no exterior. De Manhuaçu, era formado em educação física, pela Universidade Federal do Espírito Santo, e atualmente morava em São Paulo.

Uma irmã que mora no Rio de Janeiro foi para São Paulo cuidar da liberação do corpo. Gabrielle contou que Tales é o segundo irmão que ela perde. Disse que há 12 anos outro irmão que era militar, também morreu enquanto trabalhava.

REDE SOCIAL

A mãe do modelo que morreu durante um desfile da 47ª São Paulo Fashion Week afirmou que o rapaz era saudável e havia se alimentado. Ela ainda disse ainda que “fatalidades acontecem” e que era “hora” do filho. Em um post em rede social, ela pontou que o rapaz tinha boa saúde e rebatendo especulações sobre sua saúde e hábitos.

“Gostaria de deixar claro aqui principalmente para algumas matérias da mídia que o Tales Cotta não estava sem se alimentar, porque eu como mãe sempre me preocupei com a saúde dele e ele também. Poucos minutos antes do desfile perguntei se havia alimentado e ele me respondeu que tinha comido bastante”, escreveu

Ela afirmou ainda que o jovem cuidava da saúde”Sempre teve muita saúde e sempre se cuidava com exames periódicos, portanto as fatalidades acontecem e era a hora dele. Estamos todos aqui de passagem”, disse. “Meu filho era um menino de ouro. Não tinha vícios. Vai me fazer muita falta”

A agência de modelos responsável pela carreira de Tales também emitiu nota sobre o assunto, na qual afirma que ele sempre teve “comportamento exemplar”. “O modelo não era estreante, já desfilou em outras edições tanto do SPFW, quanto outros importantes eventos de moda, como a Casa de Criadores”, diz.

A agência afirmou que o rapaz nunca apresentou ou se queixou de problemas de saúde. “Ele mantinha uma dieta saudável (era vegetariano), não usava substâncias ilícitas e estava em plenas condições para participar do desfile”, diz a nota.

A empresa afirma aguardar o laudo médico. “Pedimos respeito nesse momento de profunda tristeza. Estamos prestando toda a assistência à família e amigos de Tales Cotta, que estará para sempre em nossos corações e memória”.

Houve diversas críticas e protestos devido à continuidade dos desfiles, mesmo após a morte do modelo.

ENTREVISTA DE TALES

Em uma entrevista à revista Harper’s Bazaar, publicada no ano passado, Tales afirmou que iniciou a carreira de modelo aos 18 anos. “Sempre me dediquei aos estudos e me formei em educação física; logo depois, me mudei para São Paulo para investir mais na carreira de modelo e fui agenciado pela Base MGT”, afirmou ele, que sonhava em seguir a carreira internacional.

Ele disse à publicação que, apesar de ser formado em educação física, pretendia entrar para o ramo da gastronomia depois da moda, uma carreira curta. Entre seus hobbies, estava a capoeira e a prática de esportes.

“Não sigo nenhuma dieta, adoro comer! E, apesar de ter estudado educação física, também não gosto de ir à academia. Gosto de esportes ao ar livre e pratico capoeira. Além disso, conto com uma genética boa, mas às vezes como miojo em plena semana de moda, então procuro praticar esportes para equilibrar”, disse.

Manhuacu.com/com informações do Uol e G1