abril 12, 2019 8:02 am

Motorista de Van com pacientes de Manhumirim para Muriaé é acusado de estuprar passageira




Um motorista de 64 anos, contratado pela prefeitura de Manhumirim foi preso na manhã desta quarta-feira, 10/04, sob a a acusação de estupro. O fato registrado pela Polícia Militar de Muriaé se deu no estacionamento da Fundação Cristiano Varela.

De acordo com a vítima, uma moradora de Manhumirm, de 30 anos ela e outras pessoas se deslocaram na van, conduzida pelo acusado para a cidade de Muriaé, onde fazem tratamento de saúde na Fundação Cristiano Varela e ela aproveitou para resolver algumas demandas pessoais no centro de Muriaé e foi levada pelo motorista da van, após deixar os pacientes na Fundação.

Após resolver seus problemas, ela se encontrou com o motorista que a aguardava e este lhe pagou um lanche e retornaram para o veículo, momento em que o motorista começou a acaricia-la, tentando beijá-la, passando as mãos e suas partes intimas e seguida tentou força-la a praticar sexo oral com ele.

Ainda de acordo com o registro, a vítima ofereceu resistência conseguiu se desvencilhar do autor e em ato contínuo, ele conduziu o veículo até o estacionamento da Fundação Cristiano varela e neste momento a vítima conseguiu sair e foi até a casa de apoio para pedir ajuda.

O motorista confirmou que realmente pagou um lanche para a mulher, mas negou as agressões. De acordo com ele, após saírem do centro de Muriaé, se deslocou para o estacionamento da Fundação Cristiano Varela, onde permaneceu até a chegada da PM.

Diante dos fatos, foi dada voz de prisão em flagrante ao acusado, sendo conduzido para a delegacia de Muriaé

NOTA OFICIAL DA SECRETARIA DE SAÚDE

Em nota, a Secretaria de Saúde de Manhumirim informou que está averiguando o ocorrido. Ainda reforçou que o envolvido não é servidor público municipal e sim funcionário da empresa prestadora de serviços de transporte ao município.

“Mesmo assim o fato está sendo aferido com todo o respeito e importância que lhe são devidos. Neste primeiro momento ainda não cabe fazer qualquer afirmação até elucidação dos fatos. Ademais todas as providências cabíveis e necessárias serão tomadas, tanto em relação ao prestador de serviço quanto ao atendimento a paciente.

A Secretaria Municipal de Saúde disponibilizou todo o atendimento necessário a paciente e está a inteira disposição da mesma, com todo o aparato municipal a disposição, bem como o serviço social especializado e ainda coloca à disposição da mesma todo suporte necessário.

Repudiamos toda e qualquer forma de violência, abuso ou desrespeito ao paciente dos serviços públicos, e nos mantemos sempre atentos e vigilantes na preservação dos direitos das mulheres”.

Manhuacu.com/com informações da PM




no adverts for now