fevereiro 27, 2019 7:57 am

Prefeitura de Manhuaçu apoia VI Concurso de Marchas de Dom Correa




No último domingo, 24/02, cavaleiros de várias cidades da região se reuniram no distrito de Dom Correa para celebrar uma tradição cultural que há seis anos se mantém viva naquela comunidade. O Concurso de Marchas premiou os melhores profissionais e também os animais. O evento foi idealizado e realizado por moradores da comunidade e contou com o apoio da Prefeitura, Sindicato dos Trabalhadores Rurais e da Cresol.

>>Veja as fotos abaixo na página

O secretário de Agricultura, Flânio Alves, e o secretário de Comunicação, Eron Elias, prestigiaram o evento. Segundo Flânio, antigamente, cada família tinha um animal e zelava por ele como algo muito valioso. Hoje, com as motos e carros, o cavalo havia sido esquecido, até mesmo como animal de competição.

Há alguns anos, um grupo de cavaleiros de Dom Correa se reuniu e tem resgatado esta importante tradição da região. E o desejo de manter viva essa cultura está passando de geração para geração, uma vez que a quantidade de crianças participando dos Concursos de Marchas e Cavalgadas tem sido expressiva.

“A comunidade de Dom Correa está de parabéns pela realização deste evento. Sem dúvida, é uma tradição que está sendo resgatada na nossa região graças ao esforço dos moradores. Estamos muito felizes em poder contribuir, mesmo que de forma singela, com este concurso. A prefeita Cici Magalhães tem nos dado total liberdade em apoiar quando o assunto é resgate e valorização de uma cultura tão importante quanto esta”, comentou o secretário de Agricultura, Flânio Alves.

Após belas apresentações ao público presente, o Campeão dos Campeões foi o animal Bolero JBT, que tem como proprietário o senhor João, do Haras JBT, da cidade de Jequiri (MG). Na categoria Reservado Campeão dos Campeões o vencedor foi o animal Zenda, de Três Corações (MG), que tem como proprietário o senhor Arenaldo, do Haras Pampulha, da cidade de Santa Bárbara do Leste (MG).

Secretaria de Comunicação Social – Prefeitura de Manhuaçu