fevereiro 21, 2019 7:50 am

Homem perde 110 mil em golpe de venda de caminhão no OLX




Mais uma vez o golpe da venda de caminhão no site de classificados OLX fez vítima na região. O prejuízo é de 110 mil reais e foi aplicado em um morador de Ipatinga (Vale do Aço) utilizando um caminhão de um vendedor de Alegria (distrito de Simonésia).

A história é conhecida e já foi aplicada em Manhuaçu, no ano passado. Um morador de Alegria colocou um anúncio no site de classificado OLX de vende de um caminhão. Primeiro, o estelionatário – utilizando o nome de Marcos Antônio Caires Vieira – entrou em contato com o vendedor, informando que teria um cliente e fechando negócio na compra do caminhão. Em seguida, o golpista o convenceu a retirar o anúncio do ar.

Já com as fotos e dados do caminhão, o estelionatário criou um perfil no OLX, fez outro anúncio no site e passou a anunciar o veículo. O morador de Ipatinga se interessou pelo negócio.

Marcos Caires afirmou que era o intermediário da venda do caminhão de seu cunhado, alegando que haviam desfeito a sociedade e precisavam se desfazer do veículo.

Pegando os dados do veículo com o proprietário, o golpista passou placa e RENAVAM para o comprador. Não havia pendências nos documentos, criando a imagem de legalidade no negócio.

Segundo as informações, o estelionatário negociava com a vítima ao mesmo tempo em que manipulava o dono do caminhão, dizendo que caso recebesse alguma ligação do cliente não era para falar nada a respeito de preços e outras informações.

Para finalizar o negócio, nesta terça-feira, 12/02, a vítima definiu de vir a Alegria. Quando se chegou, se encontrou com o dono do caminhão.

Ele acabou fechando o negócio e realizando a transferência de R$ 110.000,00 mil reais em uma conta repassada pelo estelionatário. O golpista, por sua vez, enviou uma transferência falsa para o dono.

Os dois foram por diversas vezes para confirmar a transferência, mas o valor não chegou e então perceberam que se tratava de um golpe. A partir daí foram tentados contados com o estelionatário e esse passou a desconversar até não mais responder e nem atender as ligações.

Ele conseguiu enrolar o comprador, que estava comprando por 110 mil reais, e o proprietário, alegando que estava conseguindo vender o caminhão por 150 mil.

A PM apurou que o telefone utilizado pelo indivíduo que usou o nome de Marcos Antônio Caires Vieira aparece em quatro registros de estelionato iguais ao caso de Alegria e que mencionam esse mesmo modo de agir e número de telefone.

Portal Simonésia / Informações da PM