janeiro 25, 2019 1:01 pm

Morador de Pedra Bonita é executado na frente da família




Celso Lúcio de Queiroz, 41 anos, morador do Córrego do Café, zona rural de Pedra Bonita foi executado com 12 tiros, na noite desta quinta-feira, 24/01, quando chegava em casa com a família.

Segundo informação dos familiares, eles haviam acabado de sair da igreja e ao chegarem na propriedade onde residem, a esposa desceu do carro e abriu a porteira e o marido se dirigiu com o veículo para um galpão atrás da casa para guardá-lo, quando dois indivíduos armados entraram na propriedade e correram em direção à vitima efetuando vários disparos de arma fogo e ainda realizaram disparos para o alto no intuito de assustar a esposa e a filha da vítima.

O outro filho do casal também estava presente e ao perceber a ação dos indivíduos correu para tentar ver o número da placa da moto. Os autores dos disparos perceberam a intenção do jovem, o perseguiram efetuando disparos de arma de fogo em sua direção, o rapaz correu e não foi atingido.

Após a ação os dois homens fugiram numa moto Honda CG 150 de cor preta, tomando rumo ignorado. Uma equipe da Polícia Civil de Abre Campo, composta pelos policiais Lucas Miranda e Ronaldo Memédio compareceram ao local de fatos e de imediato começaram a colher informação que possam levar aos possíveis autores do homicídio.

Celsinho, como era mais conhecido na região, possuía registros de crimes ambientas e uso de documentos falsos. O perito Vinícius de Oliveira realizou os trabalhos de praxe e liberou o corpo para a funerária. Foram contatadas 12 perfurações causadas por disparo de arma de fogo.

A Polícia segue em rastreamento.

Tribuna do Leste