janeiro 9, 2019 1:14 pm

PM prende suspeito de furto em residência em distrito de Caratinga




Um jovem de 20 anos, foi preso pela Polícia Militar nesta terça-feira, 08/01, suspeito de um furto à uma residência. Uma televisão foi furtada de dentro da casa situada às margens da estrada de acesso a Dom Lara, distrito de Caratinga.

Aspirante Lessa informou que a PM foi acionada e ao chegar ao local, a vítima e seus familiares informaram aos militares que eles tiveram notícia do furto e que, posteriormente, um dos indivíduos estaria na estrada sentido ao Bairro das Graças, em Caratinga.

Segundo a PM, eles foram atrás do suspeito após o crime para tentar recuperar o televisor e acabaram sendo ameaçados por ele com uma arma de fogo. “Temendo pela vida deles, eles evadiram do local e voltaram para onde a polícia fez contato. Posteriormente, um indivíduo com as mesmas características foi abordado pela equipe do Grupo Especializado em Prevenção Motorizada Ostensiva Rápida (GEPMOR), no trevo que dá acesso a estrada de Piedade de Caratinga. No momento em que eles iriam abordá-lo, ele tentou evadir por um matagal que fica atrás de um muro de uma empresa de pré-moldados, porém, foi interceptado e contido. No local, fizemos buscas e encontramos a arma de fogo”, disse o aspirante da PM.

Os militares apreenderam um revólver municiado. De acordo com o aspirante, a TV furtada foi encontrada por um familiar da própria vítima enrolada em um tecido e escondida perto do local onde ocorreu o crime. O suspeito detido pelos militares já é conhecido do meio policial e tem diversas passagens pela polícia.

“Passagens por furto, tráfico de drogas, usuário, roubo, entre outras, desde menor. A PM está sempre trabalhando na medida do possível, com o máximo de esforço. Hoje nós contamos com a melhor tropa aqui, pessoas altamente compromissadas. E, o resultado está aí. Menos um indivíduo na rua, menos uma arma e o bem da vítima recuperado”, completou aspirante Lessa.

A PM aproveitou a ocasião para alertar que a atitude de ir atrás dos indivíduos de crime não é aconselhável. “Nós sempre orientamos as pessoas a quando tiverem alguma informação com relação aos autores, tentar colher essas informações e passar para a polícia, para que possamos fazer a abordagem. Hoje ele simplesmente ameaçou, mas numa outra situação, de repente poderia se sentir acuado e tomar algum outro tipo de atitude”, orientou aspirante Lessa.

TV Super Canal