dezembro 24, 2018 9:34 am

Peixes aparecem mortos em Taparuba




Uma grande quantidade de peixes apareceu morta em um rio da cidade de Taparuba. A Polícia Militar de Meio Ambiente foi acionada nesta sexta-feira, 21/12, por moradores informando o aparecimento de diversas espécies de peixes mortos.

Os militares constataram os primeiros peixes mortos no Córrego Santa Bárbara, zona rural de Ipanema. Quarenta espécimes entre lambaris, cascudos, tilápias e curimatãs foram encontrados boiando no rio.

Em Taparuba, os militares de meio ambiente localizaram uma grande quantidade de peixes mortos em um ponto do Rio José Pedro, no Córrego Bicuiba, zona rural do município. Há relatos dos moradores de aproximadamente dez mil peixes mortos.

Quando a polícia chegou ao local, verificaram dezenas de peixes mortos descendo o rio.

Fotos e vídeos foram coletados mostrando os animais buscando oxigênio na superfície, na tentativa de sobreviver.

Segundo a PM de Meio Ambiente, até o momento não foi possível identificar a causas das mortes, podendo ser por contaminação por produtos químicos ou tóxicos e alteração da qualidade da água, que poderia reduzir o índice de oxigênio. A equipe policial também não detectou diminuição do volume de água, através de barramento ou desvios.

A Polícia de Meio Ambiente informou que não chove na região de Ipanema e Taparuba há 96 horas, notando há uma semana um aumento significativo na temperatura na região e, consequentemente, nos rios.

O Tenente Wilson Ferreira de Moura orientou à população que não capture os peixes, mesmo mortos, tendo em vista que não se sabe o motivo das mortes.

O oficial ainda lembrou que constantemente empresas, em sua maioria de laticínios, são fiscalizadas pela polícia, e que uma nova visita será feita nas próximas horas.

Foi realizado contato com a Diretoria de Fiscalização Faunístico e Pesquisa – DIFAP. O órgão tomou conhecimento do fato e se encarregou de adotar providências.

Doctum TV