dezembro 13, 2018 7:24 am

400 gramas de cocaína, mais de 3 mil reais, menor apreendido e três suspeitos presos acusados de tráfico




no adverts for now

A Polícia Militar recebeu denúncia, nesta quarta-feira, 12/12, dando conta que dois indivíduos, ambos conhecidos no meio policial, teriam ido à cidade de Caratinga adquirir entorpecentes, utilizando o veículo Fiat/Siena.

A denúncia indicava ainda que durante a negociação, ambos solicitaram ao “fornecedor” que um portador trouxesse a droga até Manhuaçu, tendo o “fornecedor” designado dois homens para transportarem o suposto material ilícito, no veículo VW/Gol, sob a condição de que os dois solicitantes fizessem a função de “batedores”, vindo adiante a fim de evitar eventual abordagem policial aos “transportadores”.

Segundo o denunciante, no ato da entrega seriam pagos R$2.950,00 pelos entorpecentes, montante este que seria levado por dois envolvidos até ao “fornecedor”.

Diante da denúncia, equipes policiais se projetaram pela extensão da BR-116 (entre Manhuaçu e Caratinga), logrando êxito na abordagem do veículo Fiat Siena, em que dois suspeitos estavam e realizavam a função de “batedores”, tendo tal abordagem ocorrido em Realeza.

Destaca-se que durante a abordagem, foi encontrada com um dos envolvidos, a quantia de R$ 1999,00 e com o outro, a quantia de R$ 939,00.

Ao passo que o outro veículo foi abordado na entrada do Córrego Carapina, em Manhuaçu, sendo com este, localizado e apreendido o material de odor e coloração típicos de cocaína em uma barra de tamanho considerável.

Diante do estado de flagrante crime de tráfico de drogas/associação para o tráfico realizado pelos “batedores” e “transportadores”, todos foram presos e encaminhados à delegacia, juntamente com o material e os valores apreendidos, para as providências cabíveis.

Os telefones celulares dos envolvidos também foram apreendidos e encaminhados à autoridade de polícia judiciária a fim de subsidiarem em diligências.

Os veículos utilizados no crime foram apreendidos e removidos ao pátio credenciado pelo serviço de remoção.

O menor figurou como vítima de corrupção de menores pelo próprio pai, sendo que a conselheira tutelar de plantão deslocou-se até o ponto de registro para acompanhar os procedimentos policiais.

Manhuacu.com/com informações da PM