novembro 14, 2018 11:28 pm

Sorteados do Minha Casa Minha Vida devem apresentar documentos até a próxima semana




Quem ainda não apresentou documentos exigidos pelo Programa Habitacional Minha Casa, Minha Vida deverá fazê-lo até o final da próxima semana sexta-feira, 23/11. A convocação é válida para famílias sorteadas e excedentes em Manhuaçu. A entrega dos documentos deve ocorrer na Secretaria Municipal de Trabalho e Desenvolvimento Social (R. Monsenhor Gonzalez, 484, centro, ao lado da Igreja Matriz São Lourenço).

De acordo com a Secretária Giuzaina Celeste Gregório, a convocação é para a formalização do dossiê que será entregue à Caixa Econômica Federal. Ela reforça que este é o último prazo para a regularização dos documentos, considerando que já houve prorrogação para este procedimento. ‘A Prefeita tem se esforçado junto ao Governo Federal, desde o início do mandato, para que a construção dos apartamentos tivesse sua continuidade, atendendo às famílias que tanto precisam.

Nossa equipe tem atuado com muito profissionalismo e com atenção total aos prazos e determinações do Governo Federal. Desde o início da convocação, estamos realizando ampla divulgação. Esperamos que as 86 famílias que ainda não compareceram, regularizem sua situação e não corram o risco de perderem o direito à residência’, explicou Giuzaina.

O sorteio foi realizado em fevereiro deste ano, no estádio JK, quando definiu os contemplados para as 288 unidades habitacionais do Residencial Clube do Sol – que está sendo finalizado na cidade.

Carolina Baracky, Coordenadora do Setor de Cadastro Único da SMTDS, reforça que os excedentes também devem ficar atentos a eventuais convocações. ‘Os excedentes também devem trazer a documentação. Quem não o fizer, será considerado desistente e não participará do programa habitacional’, alerta.

Moacir Júnior, agente técnico da Secretaria, lembra que devem ser apresentados: documento de Identidade do beneficiário e do cônjuge; CPF do beneficiário e do cônjuge; prova de estado civil: certidão de nascimento, certidão de casamento, certidão de casamento com averbação da separação, certidão de óbito do cônjuge ou declaração de união estável; comprovante de residência atual; atestado ou laudo médico que comprove a deficiência alegada e que contenha a espécie, o grau ou o nível de deficiência e a CID, quando deficiente.

Os candidatos sorteados estão pré-habilitados a receber a unidade habitacional, mas a avaliação final e aprovação são feitas pela Caixa Econômica Federal. Mais esclarecimentos podem ser obtidos no CRAS, entre 9h e 11h e de 13h às 16h, de segunda até sexta-feira, 23/11. Contatos podem ser feitos pelos tel. 33 3332 3770 e 3332 3800.

Secretaria Municipal de Comunicação Social