setembro 25, 2018 9:03 am

Resultado do Circuito Manhuaçuense de Xadrez




O Circuito Manhuaçuense de Xadrez (CMX 1ª edição) foi um sucesso de participação com a presença de competidores e simpatizantes da arte enxadrística no tabuleiro.
 
Enxadristas de oito cidades participaram: Manhuaçu, Martins Soares, Ipanema, Carangola, Ipatinga, Mariana, Varre Sai (RJ) e Bom Jesus do Norte (ES).
 
O Colégio Tiradentes da PMMG em Manhuaçu foi palco de grandes embates entre os experientes jogadores no torneio principal (ABSOLUTO), bem como, cheio de magia e encanto nas categorias Sub 12, Sub 15, Sub 17 e feminina.
 
Destaque especial para as competidoras da categoria feminina, que por falta de quórum tiveram que disputar o torneio agregadas no absoluto, sendo premiadas pela atuação na somatória final da categoria.
 
Lindas e aguerridas nos embates, Keila Franciny dos Santos, foi agraciada com a medalha de prata na categoria feminina e Daniela Ramos sagrou-se campeã na categoria feminina com a medalha de ouro.
 
O momento foi de emoção para a mais jovem enxadrista no torneio, Mariana Araújo Goulart Miranda, de apenas 07 anos foi agraciada com uma medalha, pela sua garra na disputa da categoria Sub 12.
 
Não menos importante, na categoria Sub 12 os alunos do Professor Pará do município de Varre Sai no estado do Rio de Janeiro e apoiados pela Secretaria de Educação e Cultura (Fátima Pimentel), vieram para marcar história no primeiro CMX e de forma categórica seus alunos foram agraciados com as medalhas. João Pedro da Silva Barreto (ouro), Eduardo José Menezes da Silva (prata) e Kauan de Souza Guedes (bronze).
 
Na categoria Sub 15 o destaque foi o manhuaçuense Pedro Caldas Couto, aluno do Colégio Tiradentes, que após seus embates com os aguerridos alunos do professor Pará, foi agraciado com a medalha de bronze, sendo Meiriele Antonia Silva Pimentel agraciada com a medalha de prata e Douglas José Capacio da Silva com a medalha e ouro, alunos que deixaram ainda mais entusiasmado o professor Pará.
 
A categoria Sub 17 contou com o campeão da categoria Pablo Expedito Teixeira Albuquerque, da cidade de Bom Jesus do Norte no estado do Espírito Santo, para orgulho do professor Fábio Sousa Vargas, sendo que Alexsandro Ferreira de Oliveiras e Rafael Turino Alves, alunos do professor Pará foram agraciados com as medalhas de prata e bronze respectivamente.
 
No evento principal, os 26 competidores do absoluto desfilaram estratégias e táticas em busca do xeque-mate, embates fascinantes foram promovidos pelos mais experientes na busca do pódio, nessa missão destaque para o manhuaçuense Alessandro da Cunha Alves, que está residindo em Vila Velha (ES) e foi o agraciado com o troféu de 3° colocado e R$ 50,00.
 
O campeão foi o Cabo da Polícia Militar de Minas Gerais, Fabiano Duarte dos Santos, de Ipatinga – MG, que mantém um projeto social denominado “Mentes brilhantes, xeque-mate na criminalidade”. Fabiano foi agraciado com o troféu de campeão do torneio e R$ 150,00 de premiação.
 
O vice-campeão do torneio foi Clayton Gomes Igarashi que também faturou R$100,00 na premiação. Todos os competidores receberam um certificado de participação, pela contribuição ao desenvolvimento do Xadrez em Manhuaçu.
 
Assessoria de Imprensa