julho 10, 2018 12:57 pm

OAB Manhuaçu e CAAMG realizam curso de PJ-e




Entre os dias 5 e 6 de julho, dezenas de advogados inscritos na 54ª Subseção da OAB/MG participaram de mais uma etapa do curso de PJ-e/JP-e, com treinamento e atualização sobre os sistemas, ministrado pela advogada e professora de processo eletrônico, Gláucia Camargos Campolina Ferreira e ofertado sem custo algum por meio da Caixa de Assistência dos Advogados de Minas Gerais em parceria com a OAB Manhuaçu.
 
De acordo com o presidente da OAB Manhuaçu, Alex Barbosa de Matos, “mais uma vez quero agradecer ao presidente da CAAMG, Sérgio Murilo Diniz Braga, por oferecer o melhor para a advocacia mineira, investindo em conhecimentos necessários para aprimorar o exercício profissional dos advogados e advogadas de Manhuaçu e região. E tudo isso sem qualquer custo. Também agradeço à amiga Gláucia Campolina por nos blindar com os seus inesgotáveis conhecimentos. Aliás, estamos ajustando com ela a realização de aulão teórico de PJ-e/JP-e no próximo mês com o objetivo de atingir o maior numero de advogados de nossa subseção. Em breve divulgaremos a data, horário e local. Desde que assumimos a gestão da subseção temos trabalhado incansavelmente para o bem-estar da advocacia de nossa região. E vamos continuar firmes nesse propósito”, ponderou.
 
O advogado Glauber Viza agradeceu a oportunidade disponibilizada pela OAB Manhuaçu, através do presidente Alex Barbosa, e a CAA Vanguarda, através do presidente Sérgio Murilo Diniz Braga. Ele citou a dificuldade da advocacia do interior em ter acesso a cursos e reciclagens e aprimoramentos. “Precisamos estar atentos às novas tecnologias e nem sempre temos esse acesso. Graças ao trabalho da atua diretoria da Subseção e da CAA/MG, estamos realizando este curso, que é de fundamental importância para nós advogados. Espero que novos aperfeiçoamentos cheguem para nós do interior”, comentou.
 
O advogado Mateus Oliveira citou que todo treinamento é importante, uma vez que a advocacia tem passado por rápidas transformações. “Por isso, precisamos estar antenados a tudo o que acontece. Além do estudo diário das matérias do direito, também precisamos acompanhar o que acontece na informatização. Aproveito a oportunidade para agradecer ao presidente Alex Barbosa e ao presidente da CAA Vanguarda, Sérgio Murilo, por proporcionar este momento profícuo de capacitação para nós, advogados da região”, disse.
 
SOBRE PJ-E E JP-E
 
Desde o ano de 2014, a Caixa de Assistência mineira oferece a certificação digital para os profissionais do Direito, assim como cursos sobre PJ-e e JP-e. Os sistemas são desenvolvidos pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) em parceria com os tribunais e Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) para a automação do Judiciário.
 
A Resolução 185/2013 do CNJ, que instituiu o Sistema Processo Judicial Eletrônico (PJE), estabeleceu regras para a sua implementação, obrigando todos os tribunais a adotarem este sistema até o fim de 2018. Alguns tribunais já adotaram, mas ainda encontram-se, no Brasil, diversos sistemas diferentes.
 
Assessoria de Comunicação / OAB Manhuaçu