março 27, 2018 7:49 am

Conferência de Trânsito discute estratégias para melhorar o tráfego urbano




Com o tema “Mobilidade responsável dever de todos”, a Prefeitura de Manhuaçu, através da Secretaria Municipal de Planejamento, realizou no sábado, 24, a Conferência Municipal de Trânsito, a fim de buscar alternativas funcionais para o fluxo de veículos que promove um “caos” diariamente em todas as dimensões do perímetro urbano.
 
Nela, os representantes dos diversos segmentos puderam discutir de forma democrática os pontos principais que impossibilitam a fluidez do tráfego e ainda apontar os problemas enfrentados no cotidiano. Os conferencistas puderam discutir o tema de maneira clara e levar ideias para agregar o que é necessário à nossa cidade. A proposta de um trânsito com formato mais dinâmico e eficiente foi comungada por todos, que vivem o dia a dia, sofrem com o congestionamento principalmente na área do Bairro Coqueiro, onde vans e ônibus fazem parada para o embarque e desembarque de universitários e na baixada a constante circulação de caminhões/carretas devido aos armazéns de café.
 
Os grupos temáticos discutiram a acessibilidade, normatização e intervenção no trânsito, transporte público e transporte de cargas e coletivos no perímetro urbano, que na ótica do dia afligem a cidade.
 
Para alguns, a proibição de “pesados” transitarem pelas ruas em horário de movimento seria alternativa para melhoria da mobilidade, bem como os ônibus e vans de universitários terem como ponto de embarque e desembarque, as imediações do terminal rodoviário Antônio Xavier.
 
O secretário de planejamento, Bruno Spínola ressalta que a ampla participação de líderes, representantes de segmentos e usuários do trânsito será fundamental para as medidas necessárias e mudança de comportamento. Com isso, o início de um novo processo educacional para o trânsito está começando, principalmente com a opinião vinda de quem está vivendo o desgaste do trânsito na cidade. “A mobilidade é um direito de todos e, todos têm de facilitar, demonstrando educação, evitar a obstrução de calçadas. A fiscalização foi algo pedido por todos e com o concurso para agentes de trânsito, certamente estaremos colocando em prática o que foi discutido na conferência”, ressalta Bruno Spínola.
 
As propostas serão encaminhadas junto a outros documentos, ao Conselho Estadual de Trânsito para que venha vistoriar as instalações do local, onde funcionará o Conselho Municipal de Trânsito, que será nas dependências do antigo Fórum, onde funcionava o cartório eleitoral.
 
O comerciante Ronaldo Vargas achou importante a discussão sobre o trânsito em Manhuaçu, principalmente a carga e descarga para os comerciantes. “A gente espera que seja colocada em prática essas mudanças. Vamos aguardar com ansiedade, pois vivemos um caos diariamente”, destaca o comerciante.
 
Eduardo Satil