março 2, 2018 7:59 am

Funcionária do PROCON Manhuaçu é acusada de estelionato




Foi conduzida para a Delegacia de Polícia de Manhuaçu uma mulher acusada de estelionato tendo utilizado documentos de vítimas que procuravam assistência no PROCON Manhuaçu, onde a mesmo trabalhava. A PC esclarece que não há qualquer envolvimento do PROCON nos crimes. A acusada foi afastada por decisão judicial.
 
Conforme a investigação da PC, a mulher usava dados de cartões de crédito de usuários para realizar compras e aquisições de bens e produtos. As denúncias vinham sendo investigadas há algum tempo pela polícia.
 
Na investigação da PC foram identificadas várias vítimas de estelionato. Policiais apreenderam alguns materiais com a acusada nesta quinta-feira, 1º de março. Outras possíveis vítimas estão sendo identificadas.
 
A mulher pode responder também por crimes contra idosos, já que uma das pessoas alvo da acusada é idosa.
 
Foi cumprido mandado de busca para arrecadação e preservação de provas materiais. Outros envolvidos que não trabalham no PROCON também estão sendo investigados. Depois de ouvida, a acusada foi liberada.
 
Luiz Nascimento/Manhuacunews