fevereiro 28, 2018 12:46 pm

Energisa Minas Gerais ganha nova sede no dia do seu aniversário




Nesta segunda-feira, 26 de fevereiro, o Grupo Energisa completou 113 anos, dedicados a levar energia de qualidade e mais conforto aos seus clientes. Nesta mesma data, foi inaugurada a nova sede da Energisa Minas Gerais, que deu origem ao Grupo Energisa. Uma história centenária e de sucesso, que nasceu em Cataguases e continua crescendo na cidade.
 
Com investimento de R$ 40 milhões, a Energisa está movimentando a economia da cidade de 74 mil habitantes. O destaque do novo edifício é a união entre sustentabilidade, tecnologia e altos padrões em estrutura, levando em conta os aspectos econômico, ambiental, social, além de conforto e saúde. O objetivo principal das obras é oferecer as melhores condições de trabalho aos colaboradores, respeitando o meio ambiente.
 
Os empreendimentos oferecem cuidados como:
 
·         melhor aproveitamento da iluminação natural com instalação de chapas metálicas perfuradas (brises), esquadrias de vidro e cortinas;
 
·         uso de lâmpadas LED, que são mais eficientes e consomem menos energia, com automação;
 
·         utilização adequada dos recursos naturais necessários;
 
·         correta destinação dos resíduos;
 
·         ar condicionado central, com automação; e
 
·         coleta de água de chuva e de climatização, para uso na limpeza e jardinagem.
 
Construída em uma área de 9.000 m2, próximo à Energisa Soluções – braço de serviços do grupo para o setor elétrico, que passou por reforma, durante os 14 meses de obras, foram contratadas mais de 20 empresas, gerando emprego direto para 150 pessoas.
 
Com características modernas e arrojadas, o projeto arquitetônico do complexo de prédios envolvidos, em um total de seis, e do novo prédio da Energisa Minas Gerais tem a assinatura da DBB Arquitetura. A nova sede da Energisa Minas Gerais traz em sua fachada o painel ‘Céu Modernista’, obra criada por Monica Botelho e Claudio Rodrigues e executada pela equipe da Energisa, comandada pelo engenheiro Vicente Costa.
 
O painel é uma homenagem à arquitetura moderna brasileira, que em Cataguases encontrou grande expressão. Composto por 1.474 peças cobogós de 20cm x 20cm, elemento arquitetônico, criado no Brasil e que marca aquele movimento. ‘Céu Modernista’ tem as dimensões de 14m x 4,60m nas cores azul, branco e amarelo, sendo que as cores claras representam as estrelas e o azul a noite. 
 
‘Céu Modernista’ é mais que uma homenagem, representa também o aparecimento de uma empresa de energia elétrica em uma região ainda rural, Zona da Mata, na primeira década do século passado, no início do seu processo de industrialização.
 
“Considero que essa obra é, como outras, resultado de um trabalho de alta qualidade e com tempo recorde, consideradas as características das edificações envolvidas. Com a mudança, essa nova e belíssima sede permitiu concentrar todos os colaboradores em um mesmo local, antes dispersos em vários prédios. Isso proporciona uma maior integração da equipe e, consequentemente, aumento da produtividade e otimização das operações, em benefício da melhoria de serviços aos nossos clientes, além de reverenciar o princípio de modernidade implantado no Grupo Energisa desde o início de suas atividades”, comentou Eduardo Alves Mantovani, diretor-presidente da Energisa Minas Gerais.
 
Na solenidade de inauguração da nova sede, a história de crescimento, ousadia e pioneirismo do Grupo Energia foi citada por todos.
 
“Preciso reforçar a nossa determinação em tocar este projeto tão ambicioso em meio a um período de crise no Brasil. Mais uma vez, provamos que o espírito insurgente que carregamos em nosso DNA falou mais alto. Em nossa história, sempre nos destacamos pela ousadia planejada, pela busca incessante da excelência e pelo crescimento contínuo e sustentável. Este é um momento que vai entrar para a nossa história. Tenho certeza de que as próximas gerações, ao olharem para trás como fiz hoje, vão continuar se orgulhando de nosso legado”, disse Ricardo Botelho, presidente do Grupo Energisa.
 
Segundo Ivan Botelho, presidente do Conselho de Administração do Grupo Energisa, “sempre acreditamos no potencial do povo amigo de Cataguases e aqui resolvemos investir, confirmando a sede de nossa holding e do Centro de Serviços Compartilhados e construindo a nova sede da Energisa Minas Gerais, uma obra de primorosa arquitetura e construção”.
 
Assessoria de Comunicação