janeiro 3, 2018 8:12 am

PM prende envolvidos em furto de celulares em loja




A Polícia Militar conseguiu localizar envolvidos no furto de celulares e tablets numa loja na rua Antônio Welerson, na madrugada do dia 28/12, em Manhuaçu. Alguns aparelhos foram recuperados, bem como identificadas outras pessoas tentando vender os telefones celulares.
 
Eram quase três horas da madrugada, quando foi arremessada uma pedra contra a porta de vidro da loja Atual Móveis e Eletro. Após quebrarem a porta, os autores furtaram 36 itens, entre aparelhos celulares e tablets .
 
O grupo de quatro ou cinco jovens saiu correndo pela rua Etelvino Guimarães e chegou à BR-262. Dois foram para o lado do poliesportivo e dois para os balaústres no bairro Nossa Senhora Aparecida.
 
As equipes policiais identificaram três suspeitos do furto com idades de 17, 18 e 19 anos.
 
Com base nessas informações e imagens de câmeras, policiais passaram dois dias em levantamentos.
 
Ainda durante as diligências, os policiais civis e militares tiveram conhecimento de que os aparelhos furtados foram colocados a venda em rede social e a pessoa que ofereceu os produtos foi identificada como moradora do bairro São Vicente. Ela negou participação no furto e apontou um rapaz de 17 anos, contumaz em furtos e com passagem por homicídio em Manhuaçu, como quem deixou os celulares para venda.
 
As equipes das Polícias Civil e Militar encontraram quatro cigarros usados de maconha e um dichavador. Outra jovem estava na casa, bem como o namorado dela.
 
Havia conversas nos celulares deles sobre furtos em Manhuaçu. A PM de Manhumirim foi até a casa da segunda adolescente. Lá foi encontrado um tablete de maconha, que ela disse que é para uso próprio.
 
O menor infrator foi encontrado por policiais civis e militares dentro de um táxi. Ele tinha uma bucha de maconha no bolso e um dos celulares furtados numa sacola com roupas.
 
O garoto confirmou que foi ele quem atirou a pedra na porta da loja e participou do furto. Apontou somente outro envolvido e alegou que não conhecia os outros dois participantes.
 
O quarto autor que aparece nas filmagens ainda não foi identificado apesar das suspeitas. Ao todo quatro celulares furtados foram recuperados.
 
Manhuacu.com/com informações da PM