dezembro 15, 2017 7:50 am

CMT apresenta Anteprojeto de Lei que cria o Departamento Municipal de Trânsito




O Conselho Municipal de Trânsito reuniu-se na tarde da última terça-feira, 12/12 onde foi discutida a criação do Departamento Municipal de Trânsito e suas deliberações, dentre outros assuntos.
 
De acordo com o Presidente do CMT, Dr. Carlos Roberto Souza, o próximo passo será o envio do Anteprojeto de Lei à Câmara Municipal. “Com a aprovação do Anteprojeto pelo Conselho Municipal de Trânsito, ele retorna ao executivo que o encaminhará para votação na Câmara Municipal, que se aprovado, será sancionado pela Prefeita Cici Magalhães trazendo um grande avanço para o trânsito de Manhuaçu”, disse o Presidente.
 
O Departamento de Trânsito irá gerir o trânsito em Manhuaçu com agentes concursados, assessoria jurídica, com junta recursa (JARI) e com um certo grau de autonomia. As questões do trânsito são hoje um dos principais problemas de Manhuaçu e a criação do Departamento visa buscar junto com o Conselho Municipal de Trânsito e a comunidade soluções coletivas para estes problemas. Sabemos que serão respostas a longo prazo, a criação de DEMUT, é apenas mais um passo”, ressalta Dr. Carlos.
 
Entre as diversas atribuição do Departamento estão a fiscalização de transito e a gerencia do estacionamento rotativo. “Hoje o município tem um convênio com a Polícia Militar para fiscalização de trânsito e uma pequena parte dos recursos adquiridos com as multas retornam, já com a gestão pelo DMUT, apenas uma pequena parcela desta arrecadação é repassada ao estado e maior parte ficando no próprio município”, completa.
 
Campanhas Educativas
 
Na manhã deste sábado, 16/12 o CMT, juntamente com parceiros e instituições de segurança realizou uma campanha educativa de trânsito. “A campanha aconteceu no centro da cidade e foi voltada para conscientização e orientação quanto ao uso consciente das vagas estacionamento especiais para deficientes e idosos com diversas ações de abordagem a motoristas e pedestres”, explica Dr. Carlos Roberto Souza.
 
Além dos parceiros do Conselho Municipal de Trânsito, a campanha contou ainda com a participação de empresários e de um grupo de deficientes que estarão distribuindo panfletos e apresentando a multa moral, numa forma de demonstrar aos motoristas a importância de respeitar as vagas especiais.
 
Tribuna do Leste