janeiro 25, 2017 8:00 am

Acusados de roubo a estabelecimento comercial são presos e apreendidos




Vítima acionou a Polícia Militar alegando que por volta das 04h30, dois indivíduos com os rostos cobertos por camisas, trajando roupas escuras estando um armado com arma longa e outro com um simulacro de arma de fogo entraram em seu estabelecimento comercial Adelaide's Bar, no Centro de Lajinha, e anunciaram o assalto roubando a quantia de aproximadamente 350 reais em dinheiro.
 
As câmeras de segurança do estabelecimento comercial flagraram a ação dos criminosos que durou cerca de 30 segundos, sendo possível observar as características dos autores.
 
Com base nas imagens e após contato com populares, a PM chegou a informação de que os indivíduos  João, filho do Paulo churrasqueiro e um adolescente foram vistos passando nas  proximidades do bar minutos antes do crime e trajando roupas semelhantes a dos autores.
 
Desta forma, as equipes da Polícia Militar e Polícia Civil desencadearam ação conjunta, sendo que durante o rastreamento o suspeito João de Oliveira Moreira foi localizado em sua residência,  local onde foi encontrada peças de roupas semelhante a dos acusados.
 
Durante parlamentação, João confessou a prática do delito informando ainda a participação do adolescente e acrescentando que o dinheiro roubado, as armas e demais peças de roupas utilizadas no crime teriam sido entregues a um adolescente de 17 anos para que este escondesse em sua residência, já que havia percebido a movimentação policial à sua procura.
 
Na residência do menor, foi localizada uma mochila e em seu interior o restante das peças de roupas utilizadas pelos autores uma faca de cozinha, uma pistola airsoft de paintball e uma espingarda, calibre .38 de fabricação artesanal, além da quantia de R$180,50.
 
O menor negou participação no roubo, alegando que minutos antes da equipe policial chegar à residência de João, este passou por um mucufo situado nos fundos de sua residência e solicitou que guardasse o material em sua casa e não entregasse a ninguém, atendendo assim ao pedido de João pelo fato de serem amigos.
 
A vítima reconheceu as vestimentas apreendidas, a pistola de airsoft e a espingarda como utilizada pelos autores.
 
Durante o registro policia, João esclareceu que ele próprio fabricou a espingarda utilizando peças artesanais, havendo testado a arma de fogo uma única vez e comprovado sua eficiência de disparo, contudo alegou que no momento do crime a arma não estava carregada. Alegou ainda que há alguns dias convidou o adolescente para juntos praticarem o roubo, escolhendo o estabelecimento pelo fato de abrir muito cedo. Alegou ainda que o valor total subtraído era em torno de R$350,00, sendo que o dinheiro apreendido corresponde a parte que lhe coube da divisão.
 
Diante dos fatos, João recebeu voz de prisão pelos crimes de roubo a mão armada, fabricação e porte ilegal de arma de fogo de uso permitido e corrupção de menores.
 
O adolescente recebeu voz de apreensão pelo ato infracional análogo ao crime de posse ilegal de arma de fogo e favorecimento real.
 
A Polícia Militar continua em rastreamento para apreensão do outro adolescente envolvido adolescente.
 
Manhuacu.com/com informações da PM
 
Envie notícias, fotos e vídeos para o nosso WhatsApp (33) 99906-5656